República Italiana - Moruzzi Numismática – Moedas e notas em Roma

pesquisar o site
Ir para o conteúdo

Menu principal:

República Italiana

Saiba mais > As colecções italianas

Nascida de facto no dia 13 de Junho de 1946, quando o rei Hmberto II deixou a Itália para o exílio, após a improvisa assunção das funções como Chefe de Estado por parte do primeiro-ministro Alcide de Gasperi, a República - mesmo entre suspeitos, reclamações e recursos - foi para muitos italianos uma esperança de renascimento e, sobretudo, uma ruptura com o passado recente que fez precipitar o país no abismo da guerra.
Os primeiros anos, embora difíceis pela grave situação económica e social determinada pelo conflito, foram até caracterizados por uma vontade muito forte de reconstrução. Quando as paixões políticas mais violentas foram acalmadas depois de 1948 e quando foi superado o trauma pelas não pequenas porções de território nacional  cedidas à França e à Iugoslávia como resultado do Tratado de Paz de 1947 (que privou a Itália também das suas Colonias africanas), no dia 1 de Janeiro de 1948 entrou em vigor a nova Constituição. O país tomou definitivamente o partido do bloco ocidental, dirigindo-se para um futuro que parecia cheio de esperança. Os anos 50 e 60 viram um desenvolvimento económico exponencial: em breve a economia, impulsionada talvez por uma demasiado rápida industrialização, mudou a cara do país. Importantes fluxos migratórios, provenientes principalmente das deprimidas regiões meridionais e insulares, determinaram o deslocamento de grandes massas de população para as regiões do norte. Isso gerou uma melhoria significativa dos padrões de vida da população. Além disso, a reforma agrária dos anos 50 e a melhoria constante da assistência social e sanitária garantiram um aumento geral do bem-estar.
Após esta fase, no final dos anos 60, os sintomas da crise tornaram-se cada vez mais graves. No início dos anos 70, a primeira crise do petróleo demostrou como a economia do país fosse tão vulnerável. Adicionaram-se também graves problemas a nível social, que caracterizaram especialmente o mundo juvenil, com eventos extremos que degeneraram em formas, até violentas, de terrorismo, quer de direita quer de esquerda.
Os anos 80 foram caracterizados por uma melhoria da situação económica, mais aparente do que real, devida sobretudo a um aumento exponencial da dívida pública, um fenómeno que ainda hoje penaliza a situação económica italiana. A crise política dos anos 90 determinou um "recâmbio" da classe política e o aparecimento dos primeiros sinais de "intolerância", especialmente no Norte, contra um Estado excessivamente centralizado, com o conseguinte aparecimento de novas formações políticas de forte inspiração federalista. Daí surgiu a necessidade de reformas cada vez mais sentidas que, mesmo a nível constitucional, caracterizou e está a caracterizar em diversos aspectos o actual momento político do país.
Franco Ceccarelli

Qualquer expressão de cada indivíduo é diferente e pessoal, de acordo com a lógica do seu pensamento. Uma grande quantidade de produções intelectuais, especialmente na Internet, são gratuitamente disponibilizadas a todos. No entanto, não se deve esquecer que há obrigações morais e legais em respeitar a autoria das criações que não se podem reproduzir sem o consentimento de quem as realizou. Copyright Moruzzi Numismática © 1999-2016

 
© Copyright Moruzzi Numismatica 1999/2016 - All rights reserved P.IVA IT 01614081006
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal