O estado de conservação das moedas - Moruzzi Numismática – Moedas e notas em Roma

pesquisar o site
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O estado de conservação das moedas

Saiba mais > As moeda

O estado de conservação das moedas

Um aspecto importante do facto de coleccionar moedas é conhecer o estado exacto de conservação.
O valor da moeda geralmente aumenta de maneira exponencial para as conservações mais elevadas; por isso é essencial, especialmente no momento da compra, conhecer o real estado de conservação do exemplar. Além do factor estético relacionado ao aspecto do objecto com melhor conservação, um estado diferente comporta uma significativa diferença na avaliação.
Neste contexto, na medida do possível, é aconselhável comprar moedas com o estado de conservação declarado, de maneira que o preço esteja diretamente relacionado à conservação. Cuidado com os vendedores que não indicam o estado de conservação quer na internet, quer numa hasta pública ou numa loja. A escala de conservação das moedas - Coin Grading -  em uso na Itália é praticamente a mesma em toda a Europa e é muito semelhante àquela utilizada nos Estados Unidos.

B = Regular (R)
A moeda é lisa e pouco legível.

MB = Bem conservada (BC)
A moeda é muito desgastada e se os relevos eram originalmente pouco visíveis, algumas partes do exemplar podem não ser legíveis.

BB = Muito bem conservada (MBC)
Neste caso a moeda circulou e tem traços visíveis de desgaste que infelizmente estragaram o bordo, o relevo e o desenho. Pode ter sinais de desgaste no bordo, mas não desfigurantes.

SPL = Soberba (S)
Trata-se duma moeda que circulou muito pouco e que tem ligeiros sinais de consumo. Todos os relevos são ainda claros, mas a moeda pode ter pequenos sinais no bordo por causa do contacto com outras moedas.

FDC = Flor de cunho (FDC)
Sem dúvida é o grau mais alto de conservação. A moeda, neste caso, não mostra nenhum sinal de circulação e mantém o seu brilho original, embora haja um exíguo número de pequenos sinais por causa do contacto com as outras moedas durante as fases de produção. Lembramos de facto que geralmente, nas casas da moeda, as moedas recém-cunhadas caem umas sobre as outras e depois são recolhidas em sacos ou em recipientes de metal. Isto não exclui a possibilidade de que haja moedas desprovidas até destes mínimos defeitos: neste caso pode-se falar de qualidade fora do comum ou excepcional, mas é sempre uma moeda à flor de cunho.

q = quase (q)
Trata-se duma letra colocada antes da sigla de conservação e mostra que o exemplar aproxima-se deste estado, mas sem o alcançar.

m = melhor do que (m)
Trata-se da letra colocada antes da sigla de conservação a indicar que o exemplar é melhor do que o estado indicado sem chegar ao seguinte; é inferior do que o quase do estado superior. Por exemplo, uma moeda mSPL(mS) é menos conservada do que uma moeda qFDC.

FS = Fundo Espelhado
Este não è, na verdade, um estado de conservação, mas um método de produção. Na produção destas moedas utilizam-se rodelas seleccionadas e lustradas e cunhos de especial qualidade que criam, após um processamento cuidadoso, moedas com fundos espelhados e de relevos acetinados. Este procedimento é particularmente difundido nas emissões especiais para coleccionadores. Uma moeda de fundo espelhado pode também ter circulado e pode ser Muito Bem Conservada ou Soberba; na verdade, quando utiliza-se esta sigla, se não for especificado o contrário, referimo-nos a uma moeda que, além de ser de Fundo Espelhado, nunca circulou.

Alguns acreditam que a avaliação do estado de conservação é totalmente subjectivo, mas nós somos de opinião absolutamente contrária. Para determinar o estado correcto segundo a escala de conservação é preciso conhecer como se cunhava a moeda, como se preparavam as rodelas e como os cunhos faziam pressão contra a mesma moeda; tendo em conta estes aspectos, para um especialista em moedas não será difícil avaliar o correcto estado de conservação. Muitas vezes, apesar dessas afirmações, há pessoas que tentam vender moedas por exemplares com estado de conservação superior do que aquele efectivo.

O sistema de avaliação do estado de conservação das moedas evoluiu-se ao longo do tempo e hoje é realmente bastante complexo. Passámos dum sistema muito esquemático dos antigos coleccionadores que dividiam tudo em dois graus (moedas novas e usadas) àquele actual dos Estados Unidos que se baseia numa escala em septuagésimos.

Foi o William H. Sheldon a criar a chamada escala Sheldon: ele introduziu a partir dos anos cinquenta um sistema numérico de 1 a 70 pontos, com base numa ponderação para o estudo dum céntimo americano de 1794. O sistema foi utilizado especialmente por coleccionadores de moedas americanas de cobre, mas desde 1986 esta escala foi integrada pela PCGS, a Agência Americana Professional que garante e avalia a conservação das moedas selando-as em plástico rígido (slab), juntando a velha escala com aquela de Sheldon. Dessa maneira os graus resultantes foram os seguintes: BS-1 (o PO-1), FR-2, AG-3, G-4, G-6, VG-8, VG-10, F-12, F-15, VF-20, VF-25, VF-30, VF-35, XF-40, XF-45, AU-50, AU-53, AU-55, AU-58, MS-60, MS-61, MS-62, MS-63, MS-64, MS-65, MS-66, MS-67, MS-68, MS-69 e MS-70. Estes graus da mesma escala Sheldon foram utilizados também para as moedas de prova, mas neste caso utilizam-se as siglas PR ou FP.

Este tipo de catalogação é adoptado nos seguintes sistemas, embora com pequenas diferenças: o PCGS, o NGC e o ACCGS. Tentou-se também exportar o "slab" na Europa, mas acreditamos que ele não vai ter sucesso, como os coleccionadores do velho continente, embora apreciem este tipo de sistema, não gostam de perder o contacto com as suas moedas e nem sequer de colocá-las em envelopes de plástico!

Propomos-lhe aqui abaixo uma tabela de comparação entre as siglas dos estados de conservação utilizadas no mundo.

As siglas e o estado de conservação nos diferentes países

FS

Fundo Espelhado

Proof

Proof

Flan Bruni

Polierte Platte     

Proof

FDC

Flor de cunho

Unc.

Uncirculated

Fleur de Coin

Stempelglanz

Flor de Cuño

SPL

Soberba

EF

Extremely Fine

Superbe

Vorzüglich

Extraord. Bien Conservada

BB

Muito bem conservada

VF

Very Fine

Très Très Beau

Sehr Schön

Muy Bien Conservada

MB

Bem conservada

F

Fine

Très Beau

Schön

Bien Conservada

B

Regular

VG

Very Good

Beau

Sehr Gut Erhalten

Regular Conservada

Qualquer expressão de cada indivíduo é diferente e pessoal, de acordo com a lógica do seu pensamento. Uma grande quantidade de produções intelectuais, especialmente na Internet, são gratuitamente disponibilizadas a todos. No entanto, não se deve esquecer que há obrigações morais e legais em respeitar a autoria das criações que não se podem reproduzir sem o consentimento de quem as realizou. Copyright Moruzzi Numismática © 1999-2016

 
© Copyright Moruzzi Numismatica 1999/2016 - All rights reserved P.IVA IT 01614081006
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal